quinta-feira, 4 de junho de 2015

Já conhecem a M2 Beauté??

Hello Beauties!!

Espero que estejam bem!

Há alguns tempos que já tinha ouvido falar na M2 Beauté e confesso que era uma marca que me causava muita curiosidade, porque gosto muito de tratar das minhas pestanas que são um alvo onde poucos produtos entram(pelo menos em menor quantidade para esta parte do corpo).
Pessoalmente acho muito importante tratar das pestanas, pois caso contrário ao longos dos anos elas vão perdendo força e tamanho e podemos até ficar sem elas... Por isso há que as mimar também e trata-las com a devida atenção!

A Estetica XXI, empresa representante de cosmética em portugal há mais de 25 anos é também a represente da Marca M2 Beauté e enviou-me gentilmente alguns dos famosos produtos de pestanas que prometem óptimos resultados ao fim de 6 a 8 semanas de tratamento!



Falo-vos de M2 Lashes Eyelash Activating Serum, um soro activador do crescimento das pestanas e do M2 Beauté Gloss Revitalizing para revitalizar e dar brilho ás pestanas.



Estes produtos são únicos, patenteados, sem contra indicações e com resultados 100% visíveis, diz a marca.

Os produtos têm um óptimo aspecto, começando pelas embalagens que são bem lindas!

Vou então iniciar em breve este tratamento e vou estudar bem os resultados para vos contar tudinho depois!!

Já conheciam a M2 Beauté??

Visitem:
Site M2Beauté
Facebook Estetica XXI (representante da marca em Portugal)

Beijinhos a todas!
:)
**


8 comentários:

  1. Dos únicos sítios onde uso maquilhagem e gosto são as pestanas =)

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. É pouco conhecida por agora mas penso que irá ficar mais conhecida no futuro
      :D

      Eliminar
  3. eu confesso que não conhecia, mas tambem nunca senti necessidade de potenciar as pestanas...

    xoxo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah mais vais sentir daqui a una anos e depois não há muito que possas fazer pois elas não vão crescer mais e só se vão partir e cair...
      Pensa nisso...
      ;D
      ***

      Eliminar

Deixa aqui o teu comentário: