quarta-feira, 15 de abril de 2015

Leggings NIVEA Q10 Refirmantes e Remodelantes - Info de Produto

Olá Meninas!
Já viram as Leggings Nivea??
Eu confesso que pessoalmente este não é um produto que me chame muito á atenção mas sei que há muitas meninas interessadas em saber mais e deixo-vos aqui as infos sobre o produto que a marca partilhou comigo!



Como as Leggings se tornaram “Obrigatórias”

Aconchegantes e confortáveis – como as leggings se tornaram num must-have em qualquer guarda-roupa feminino

Leggings NIVEA Q10 Refirmantes e Remodelantes (1)Ao longo das últimas décadas, as leggings têm-nos servido de diferentes maneiras. Foram utilizadas para protecção, encobertas, mas também como forma de mostrar as pernas – tanto para homens como para mulheres. Actualmente, não se consegue imaginar a moda sem leggings. NIVEA e a antropologista Dra. Kaori O´Connor explicam o desenvolvimento das leggings, as alterações ao longo dos anos e por que a utilização das leggings nos transmite uma sensação aconchegante e confortável.

Atenção dirigida para as pernas

As leggings não são uma invenção recente e têm uma longa história. Durante milhares de anos, as pessoas cobriram as pernas com peles e tecidos para as proteger e esconder. “Mas as leggings apertadas pretendem revelar, ao dirigir a atenção para as formas do corpo,” explica a Dra. Kaori O´Connor. “No período medieval, eram os homens que se preocupavam com a moda, usando calções para mostrar as pernas. Leggings tricotadas, que não rasgavam, eram muito caras e um grande luxo porque eram feitas à mão. Eram uma marca de grande estatuto social – era suposto serem vistas.” As leggings tricotadas justas eram um objecto de desejo, mas só utilizadas por homens de elevado estatuto social. Ao longo do tempo, as leggings tricotadas alteraram-se devido ao desenvolvimento dos materiais, da tecnologia, da moda e da sociedade. No século XIX foram inventadas as grandes máquinas de tricot e a moda mudou. “Ao mesmo tempo, as saias das mulheres começaram a ficar mais curtas e as suas pernas começaram a ficar cada vez mais à vista,” explica a Dra. Kaori O´Connor. “No início do século XX, as meias/leggings sofreram uma alteração de género - começaram a ser vistas como um acessório feminino e não masculino.”


Das cintas, às leggings e maillots

A história de como as leggings se tornaram um item indispensável de moda nos dias de hoje começou em 1959. Depois de anos de pesquisa, desenvolveu-se a licra. “A licra foi revolucionária – era leve e flexível”, diz a Dra. Kaori O´Connor. A mini-saia estava na moda e tinham sido inventados os collants. A licra tricotada para as cintas deixou de ser necessária. A Dra. Kaori O´Connor explica: “Foram as bailarinas de ballet que perceberam o potencial da licra, para fazer roupa de dança. O efeito foi revolucionário – a licra era maravilhosamente flexível, suportando o corpo e nunca apertando, sendo muito confortável. Depois, começou a mania da aeróbica, liderada por Jane Fonda. Esta era a actividade da “nova mulher” – independente, assertiva e física como nunca lhe tinha sido permitido ser antes.” A licra foi introduzida nas ruas com a denominação de “body-conscious fashion”. “As mulheres usavam leggings, maillots e apenas uma mini-saia. A licra permitiu-lhes exibirem os corpos sem se comprometerem, pois continuavam tapadas,” afirma a Dra. Kaori O´Connor. As leggings de licra tornaram-se um clássico. 

Como um abraço aconchegado

Inicialmente utilizadas apenas por bailarinas, as leggings tornaram-se a nossa peça favorita de roupa. Existem duas razões principais para as adorarmos: são confortáveis e fáceis de usar. “A tensão elástica da fibra de elastano tornam as leggings extremamente confortáveis,” explica a Dra. Kaori O´Connor. “As leggings elásticas apoiam o corpo de uma forma única, como um abraço aconchegado.” A licra chegou a ser descrita como “A fibra que ama de volta”. As leggings não ficam enrugadas, geralmente mantêm a mesma forma e são fáceis de tratar. Devido à sua elasticidade, assentam sempre na perfeição. As fibras elásticas foram sendo progressivamente mais utilizadas nas roupas, criando looks mais descontraídos, como gostamos actualmente. E a melhor coisa sobre elas: toda a gente pode usar leggings, pois adaptam-se a todas as idades, formas e tamanhos.


 Estilo com Efeito de Segunda Pele

Actualmente, as leggings não são apenas estilo, mas também têm outros benefícios como as novas Leggings NIVEA Q10 Refirmantes e Remodelantes. Devido à tecnologia de “soft compression”, a fórmula única NIVEA, contém cápsulas de óleo enriquecido com Q10 incorporadas no tecido das leggings, ajudando assim a refirmar a pele. Especialmente desenvolvidas e comprovadas para funcionar em harmonia com a pele, as cápsulas incorporadas nos fios do tecido das leggings libertam os seus componentes com a pressão. Quando o óleo cosmético com Q10 é libertado, é massajado directamente na pele. As Leggings NIVEA Q10 Refirmantes e Remodeladoras são o primeiro produto NIVEA que combina o efeito refirmante e remodelador em leggings, proporcionando uma pele firme enquanto se movimenta. Combinadas com a roupa do dia-a-dia, elas não são apenas eficazes, mas também formam um conjunto perfeito com qualquer roupa.

Tamanhos S-M / L/XL
PVP Recomendado não vinculativo: 34,99€
Data de Lançamento: Janeiro de 2015


A maior invenção da moda na modernidade

Usar leggings oferece infinitas possibilidades de combinações. Podemos considerar as leggings pretas equivalentes ao vestido preto – um clássico: “Todas as mulheres deveriam tê-las em vários comprimentos - pelo tornozelo, gémeos, joelho e acima do joelho, para poder combinar com diferentes camisolas, saias, vestidos e calções,” afirma a Dra. Kaori O´Connor. As leggings pretas podem ser utilizadas por toda a gente e valorizam qualquer figura, já as leggings brancas devem ser evitadas. Cores alegres e padrões devem ser utilizados com cuidado, porque podem dominar todo o look.

No final, é uma questão de combinação. Usar diferentes comprimentos, cores e padrões, pode ajudar todas as mulheres a fazer o melhor pela sua figura e a criar o seu próprio estilo: “No mundo da produção em massa, vestir leggings permite-lhe fazer conjuntos de uma forma única. Pode criar o seu próprio estilo, num contexto em que já não existem regras rígidas na moda,” declara a Dra. Kaori O´Connor. “As leggings não substituem os collants – são uma peça de roupa independente. Feitas de fibras sintéticas elásticas com Elastan e perfeitas para a vida contemporânea, pode-se afirmar que as leggings actuais são a maior invenção da moda na modernidade.”


Então o que acharam?? 
:)

Beijinhos a Todas!
***

16 comentários:

  1. A minha mãe comprou umas! Também fiquei tentada :)
    beijinhos
    thefancycats.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Ponho sempre em dúvida se estas coisas funcionam mesmo :)
    De qualquer forma adorei a novidade e sou completamente vidrada em leggings...
    beijinhoos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto de leggings, mas não conheço a textura do produto...

      Eliminar
  3. Ando mesmo tentada a comprar essas leggings!
    Beijinhos❤
    https://lenesstuff.wordpress.com/

    ResponderEliminar
  4. Parecem-me ótimas, pena serem um pouco caras...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, mas há sempre boas promoções algures...
      ;^)

      Eliminar
  5. Eu já as tinha visto, em promoção até, no Continente e por acaso pensei se funcionariam ou não! Não sei se irei comprar, mas talvez a minha mãe experimente :D

    ResponderEliminar
  6. por acaso adorava experimentar, acho que seria perfeito para usar agora durante as minhas rotinas de exercicio =D

    xoxo

    ResponderEliminar

Deixa aqui o teu comentário: